26.07.2018 | 08h36

Dinheiro público em defesas no PDT

O PDT, partido do presidenciável Ciro Gomes, usou recursos do Fundo Partidário para pagar as defesas de seus dirigentes na Lava Jato, revela e Folha. Como explica a reportagem, a Lei dos Partidos não menciona o uso do fundo para despesas pessoais dos filiados, como é o caso, mas uma situação semelhante foi considerada imprópria durante o mensalão. O PDT firmou contrato de R$ 350 mil em 2017 com o escritório do advogado Willer Tomaz.


VOLTAR PARA O ESTADÃO