02.10.2018 | 10h12

Dilma pode ficar fora do Senado? (2)

A apenas cinco dias da eleição, Dilma Rousseff ainda tem uma confortável vantagem para administrar na corrida por uma das duas vagas para o Senado em Minas. Mas o estrago produzido pelo seu envolvimento nas acusações incluídas na delação feita por Antonio Palocci podem derrubar essa diferença em relação aos outros candidatos.

No Datafolha de 28 de setembro, Dilma tinha 28%, mas já via o crescimento dos adversários. Rodrigo Pacheco (DEM) soma 17%, Carlos Viana (PHS) tem 14%, Fábio Cherem (PDT) aparece com 11% e Dinis Pinheiro (SDD) obteve 10%. /M.M.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Dilma Rousseffeleições em minas
VOLTAR PARA O ESTADÃO