26.06.2018 | 18h04

Dias: ‘Sem Fachin, Lula é que poderia estar solto’

Ao comentar a decisão da Segunda Turma do STF de libertar José Dirceu, o pré-candidato do Podemos à Presidência da República, Alvaro Dias, saiu em defesa do único ministro a votar contra a soltura do ex-ministro: Edson Fachin. Dias lembrou que, caso o ministro não tivesse agido, hoje o Brasil poderia estar vendo a Corte conceder liberdade não só para Dirceu, mas também para Lula.

“Se criticou o ministro pela decisão de anunciar que pretende levar ao plenário do STF essa tentativa de soltar Lula. Mas é preciso compreender que pode ser uma estratégia a favor da Justiça e contra a impunidade. Porque se houvesse uma decisão da Segunda Turma certamente a decepção das pessoas de bem deste País hoje seria maior”, disse Dias.


VOLTAR PARA O ESTADÃO