23.08.2018 | 11h26

Dias ‘longe do oportunismo’, mas também dos eleitores

Álvaro Dias, candidato do Podemos ao Planalto, disse à Folha que seu principal adversário é o desconhecimento dos eleitores. Apesar disso, aposta em convocar o eleitor a “fazer a análise correta das candidaturas e dos projetos”. Dessa forma, Dias acredita que conquistaria o eleitorado com a proposta de rompimento.

Ao falar da intenção de ter Sérgio Moro como ministro da Justiça, o candidato afirmou que combate a corrupção há ‘dez mil dias’ e, portanto, não pode ser chamado de oportunista por citar Moro.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

alvaro dias
VOLTAR PARA O ESTADÃO