24.07.2018 | 20h29

Deu boi na linha

O presidente do MDB, Romero Jucá, precisou vir a público para desfazer o ruído provocado por uma publicação sua no Twitter que abria margem para a interpretação que o partido poderia abrir mão da candidatura de Henrique Meirelles em favor de negociação com outras legendas.

Jucá deflagrou a confusão ao escrever que “o MDB sempre esteve preparado para fazer a campanha sozinho. Mas, se pudermos somar o discurso, objetivo, melhor”.  Com o barulho, Jucá se apressou para esclarecer que “não adianta ninguém tentar tumultuar”. “A candidatura de Meireles é para valer e para ganhar a eleição. Quando falo em somar outros partidos estou me referindo a apoiamento ao Meirelles. Não há hipótese de retirada de candidatura nem de apoio a outro candidato”, afirmou. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Henrique MeirellesRomero JucáMDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO