19.03.2018 | 18h51

Desembargadora que acusou Marielle diz ter sido ‘precipitada’

A desembargadora Marilia de Castro Neves, que havia acusado Marielle Franco de estar “engajada com bandidos”, afirmou hoje em sua página do Facebook que foi ‘precipitada’, relatou Monica Bergamo na Folha de S. Paulo.

“Diante das manifestações contra meu comentário, proferido em uma discussão no Facebook de um colega, a respeito da morte da vereadora Marielle Franco venho declarar o que segue: no afã de defender as instituições policiais, ao meu ver injustamente atacadas, repassei de forma precipitada, notícias que circulavam nas redes sociais. A conduta mais ponderada seria a de esperar o término das investigações para então, ainda na condição de cidadã, opinar ou não sobre o tema”, escreveu.


Mais conteúdo sobre:

Marielle FrancoMarielle
VOLTAR PARA O ESTADÃO