09.01.2019 | 09h44

Desculpe o ‘auê’

O general Augusto Heleno resgatou a expressão das antigas “auê” para se referir à repercussão da oferta de que os Estados Unidos tenham uma base militar no Brasil. Tratei disso na minha coluna no Estadão, lembrando ao general que o “auê” começou com o próprio presidente Jair Bolsonaro, seguiu com o chanceler Ernesto Araújo e foi coroado com o agradecimento do secretário de Estado norte-americano Mike Pompeo em entrevista a Eliane Cantanhêde.

Bolsonaro, Araújo e Pompeo comungam da ideia de uma união de EUA e Brasil para “tornar o mundo um lugar mais seguro”, como disse o auxiliar de Donald Trump. Os militares, com os pés firmes no chão, estão de cabelo em pé com essas maquinações, ainda que Heleno tente bancar o blasé. / Vera Magalhães

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO