11.10.2018 | 16h20

Derrotado, Jucá culpa crise venezuelana

Romero Jucá, presidente do MDB, responsabilizou a crise migratória entre Brasil e Venezuela e a Lava Jato por sua derrota nas urnas. “Perdi por 426 votos, numa eleição dura, maculada pela invasão dos venezuelanos, pelo corte de energia da Venezuela permanentemente durante a campanha. Então, foi uma campanha com uma conjuntura muito difícil, além dos ataques que sofri durante dois anos pela Lava Jato”, disse o senador, informa o Broadcast Político.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

Romero Jucáeleições
VOLTAR PARA O ESTADÃO