05.09.2018 | 15h17

Denúncia do MP contra Alckmin

O promotor Ricardo Manuel Castro, do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) ajuizou na noite de terça-feira, 4, uma ação de improbidade administrativa contra o ex-governador e atual candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSBD), segundo o Blog do Fausto, do Estadão. O tucano é acusado, por delatores da Odebrecht, de receber da empresa valor superior a R$ 7,8 milhões via caixa dois, na campanha ao governo, em 2014.

O promotor pede a suspensão dos direitos políticos de Alckmin e dos demais citados e a perda do cargo que o tucano esteja ocupando após uma eventual condenação. Além do bloqueio de mais de R$ 39 milhões para garantir o ressarcimento e multa em eventual condenação. Alckmin comentou a denúncia dizendo que “não há fato novo, apenas uma conclusão equivocada e um comportamento inusual”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO