13.08.2018 | 07h48

Democracias na UTI

O best-seller norte-americano Como as Democracias Morrem, dos professores de Harvard Steven Levitsky e Daniel Ziblatt, na verdade não fala da morte de democracias consolidadas, mas de como a supressão de liberalismo pode fragilizá-las. Este é o ponto do artigo de Marcus André Melo na Folha desta segunda-feira. “Em nenhum país similar aos EUA a democracia se deteriorou marcadamente: e mesmo lá os freios e contrapesos estão ativos. É inegável, entretanto, que nos EUA a vida pública tem sofrido uma deterioração que se reflete na erosão de normas sociais”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO