11.07.2018 | 10h43

DEM se divide em três

“Quem quer Ciro não aceita discutir apoio a Alckmin, quem quer Bolsonaro – número crescente no partido – também está irredutível. E quem está com Alckmin espera que as coisas se definam para acompanhar a decisão partidária ou sair do partido”, escreve Rosângela Bittar, no Valor, sobre o DEM. O Racha dentro do partido precisa se resolver até 5 de agosto, data da convenção.

Em entrevista à Rádio Eldorado, o vice-líder do partido na Câmara, deputado Efraim Filho, afirmou que o ponto central dessa definição será o protagonismo regional.


VOLTAR PARA O ESTADÃO