16.03.2019 | 18h28

Deltan vê STF ‘desconfortável’

Um dos alvos do inquérito instaurado por ordem do STF para apurar ataques a aos integrantes da Corte, o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da da Operação Lava Jato, em Curitiba, diz que sua percepção é que “o Supremo talvez esteja se sentindo desconfortável”.

Em entrevista ao Estadão, Dallagnol fala que há um “clamor social” por transparência. “A preocupação do Supremo deveria ser de prestar contas à sociedade de suas decisões e não buscar de modo indireto desincentivar agentes públicos de prestar contas e exercerem com a liberdade que a Constituição os assegura o seu direito de manifestação e de crítica.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO