09.04.2018 | 11h09

Delegado não é porta-voz, diz PF

Após o delegado da Polícia Federal Milton Fornazari postar em seu perfil no Facebook que “chegou a hora” de outras pessoas serem investigadas, após a prisão do ex-presidente Lula, a Polícia Federal divulgou nota em que diz que ele não é responsável pela Delegacia de Combate à Corrupção e Crimes Financeiros em São Paulo.

Na nota, repassada ao BR18 pelo ministro da Segurança, Raul Jungmann, a instituição diz que as declarações são pessoais e que “A PF jamais se manifesta oficialmente por meio de perfis pessoais de seus servidores”.

 


Mais conteúdo sobre:

Milton Fornazari
VOLTAR PARA O ESTADÃO