21.03.2018 | 08h19

Delator fez 10 visitas à Dersa na época de Paulo Preto

Carlos Paschoal, ex-diretor de Infraestrutura da Odebrecht em São Paulo e um dos delatores do grupo na Lava Jato, esteve na Dersa dez vezes entre 2008 e 2010, período em que Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, era diretor na empresa. Paulo Preto é apontado por vários delatores como destinatário de propinas destinadas a dirigentes do PSDB paulista. As informações sobre as visitas, publicadas pelo Estadão, foram anexadas pela defesa de Vieira de Souza ao inquérito no STF que investiga suposto repasse ao ministro Gilberto Kassab.

Uma possível delação de Paulo Preto tira o sono de tucanos paulistas e do presidente do PSD.


VOLTAR PARA O ESTADÃO