05.02.2019 | 13h16

Delator cita irmão de ministro

O ex-presidente da OAS Leo Pinheiro fez menção ao irmão do ministro Dias Toffoli, José Ticiano Dias Toffoli, ex-prefeito de Marília (SP), em sua delação premiada, informa a Folha. Segundo Pinheiro, ele pagou propina e repassou recurso de caixa 2 para o ex-prefeito em troca de obra no município.

“Foi solicitada vantagem indevida no valor de R$ 1 milhão com a finalidade de comprar a renúncia do então prefeito do município de Marília, Mário Bulgareli (PDT)”, disse Pinheiro em sua delação, fechada com a Procuradoria, mas ainda não homologada pelo STF.


VOLTAR PARA O ESTADÃO