05.08.2018 | 17h40

Delação de Leó Pinheiro só após eleição

Muito candidato vai ficar aliviado com esta notícia: a delação de Léo Pinheiro, da OAS, não deverá ser fechada antes das eleições de outubro, segundo Lauro Jardim, em O Globo.  O empreiteiro negocia o acordo desde 2016. Ele foi um dos colaboradores que entregaram o ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá, no qual o petista acabou preso.

Léo Pinheiro foi preso uma primeira vez na Operação Juízo Final, 7.ª fase da Lava Jato deflagrada em novembro de 2014. Ganhou prisão domiciliar, por ordem do Supremo Tribunal Federal, e voltou para o regime fechado em 5 de setembro de 2016.


VOLTAR PARA O ESTADÃO