14.08.2018 | 20h58

‘Debate vale por pessoas e não propostas’

Em artigo publicado na Folha nesta terça-feira, 14, o economista e doutor em ciência política Joel Pinheiro da Fonseca diz que essa coisa de dizer que, nos debates, “falta discussão de propostas” não tem nada a ver. Segundo ele, nenhum candidato sabe em detalhes o que fará em cada área. Além disso, “nenhum de nós assistiria cinco minutos disso” na TV. O mais relevante, em sua visão, é a oportunidade de o eleitor conhecer as pessoas para escolher seu candidato.

“Ninguém —exceto quem é da área— tem interesse e conhecimento para acompanhar os números, fatos e detalhes sobre um tema qualquer, por mais importante que ele seja. Se o debate tem relevância, é porque ele nos dá algo além do texto escrito, além de ideias e propostas; ele nos mostra pessoas”, afirma. “É sempre bom lembrar que não votamos em ideias. É a pessoa que estará na urna, e é essa pessoa que terá o poder de tomar decisões sem ter que seguir nenhuma proposta de campanha.” / J.F.


Mais conteúdo sobre:

Joel Pinheiro da Fonsecadebatestv
VOLTAR PARA O ESTADÃO