22.08.2018 | 23h35

Debate agora é ‘exceção’ para Bolsonaro

Após o debate da Rede TV, quando tomou uma traulitada de Marina Silva, Jair Bolsonaro percebeu, segundo o presidente em exercício do PSL, Gustavo Bebianno, que “não vale a pena comparecer a nenhum tipo de debate”. Ao UOL, Bebianno explicou que antes a campanha do deputado acreditava que os encontros “pudessem acrescentar alguma coisa”, mas que constataram que “são naquele formato antigo”.

“Os candidatos são todos ali personagens que têm supostas soluções milagrosas para o Brasil, como se fosse tudo muito fácil. E o deputado Bolsonaro tem uma outra posição. A posição dele não é apresentar soluções fáceis, mas novos direcionamentos para um Brasil, que está sofrendo com a esquerdopatia”, afirmou. Se Bolsonaro participar de algum outro debate, segundo Bebianno, será uma “exceção”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO