05.10.2018 | 17h47

De olho em seu deputado estadual

Nas eleições o voto para deputado estadual costuma ficar escanteado em meio a decisão de escolher o próximo presidente da República, os governadores, senadores e os deputados federais. Isso parece refletir também no esvaziamento da importância das Assembleias na vida da população.  Levantamento da Folha mostra que, em São Paulo,  70% do que os deputados aprovaram eram projetos do governo.

Foram 665 projetos de nomes de prédios, ruas, 547 projetos para tornar áreas de utilidade pública e 387 projetos para transformar município em estância turística. “Esse é um numero que qualquer casa legislativa no Brasil vai ter, na Câmara dos Deputados talvez um pouco menos”, diz Leonardo David Quintiliano, diretor-executivo do Instituto do Legislativo Paulista, o centro de estudos da Assembleia.  De janeiro de 2015 até julho deste ano, os gabinetes da Assembleia de São Paulo gastaram R$ 80,67 milhões. Ou seja, mexe pouco na vida e muito no bolso da população.


VOLTAR PARA O ESTADÃO