29.09.2018 | 10h56

Datafolha e o abismo entre pobres e ricos

A pesquisa mostra um abismo na segmentação de votos segundo a renda dos entrevistados. Entre os que ganham até 2 salários mínimos, Fernando Haddad lidera com 28%, dez pontos à frente de Jair Bolsonaro, com 18%.

Nos segmentos médios, Bolsonaro lidera, com percentuais maiores nas maiores rendas. Tem 34% entre quem ganha de 2 a 5 mínimos, mas 44% e 42%, respectivamente, entre os de 5 a 10 e mais de 10 mínimos. O estrato dos mais ricos é o de pior desempenho de Haddad, com 13%, atrás numericamente de Ciro Gomes, com 15%. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO