10.09.2018 | 21h16

Datafolha: Bolsonaro cresce 2 pontos após atentado

Na primeira pesquisa Datafolha sem Lula e após o atentado contra Jair Bolsonaro, o candidato do PSL apresentou uma pequena oscilação positiva. Passou de 22% para 24%, mantendo a ponta no primeiro turno.

Na briga para ver quem vai ao segundo turno com o deputado, quatro candidatos aparecem na disputa. Ciro Gomes  (PDT) está em segundo, passando de 10% para 13%. Marina Silva (Rede) estava com 16% e caiu para 11%, ficando em terceiro. Geraldo Alckmin (PSDB) está em quarto. O tucano tinha 9% e chegou aos 10% das intenções de voto. Fernando Haddad (PT) tinha 4% e cresceu para 9%. Todos estão tecnicamente empatados, já que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais. Brancos e nulos são 15%. 7% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi feita no dia 10 de setembro, tendo como contratantes a TV Globo e a Folha. Foram entrevistados 2.804 eleitores em 197 municípios. Ela foi registrada no TSE com o número BR 02376/2018. O nível de confiança é de 95%.


VOLTAR PARA O ESTADÃO