07.08.2018 | 11h35

Damous condenado em segunda instância

O deputado petista Wadih Damous, fiel escudeiro de Lula, foi condenado em segunda instância após uma guerra judicial de 11 anos com Octávio Gomes, seu antecessor na presidência da OAB-RJ. Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, o imbróglio teve início quando Damous assumiu o comando da entidade em 2007 e acusou Gomes no jornal interno de cometer “três grandes sangrias que haviam consumido vultuosos recursos”.

Damous foi condenado a pagar uma indenização de R$ 137 mil a Gomes, pela juíza Karenina Souza e Silv, da 35ª Vara Cível do Rio de Janeiro, em 25 de julho, mas a decisão até agora não havia sido divulgada pela mídia. Não cabe mais recurso. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO