17.08.2018 | 16h36

Deltan na mira da Corregedoria

A Corregedoria Nacional do Ministério Público Federal vai apurar se Deltan Dallagnol cometeu infração disciplinar ao dizer que Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski “formam panelinha e mandam mensagem muito forte de leniência a favor da corrupção”, informa o Jota. Toffoli, que assume a presidência da Corte em setembro, pediu providências, e o corregedor nacional do MP, Orlando Rochadel, determinou a abertura da reclamação disciplinar.

O procurador, responsável pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, fez os comentários em entrevista à rádio CBN, e emendou que não queria insinua que os ministros do STF estavam mal intencionados.


VOLTAR PARA O ESTADÃO