17.09.2018 | 07h48

Da Vera: Voto útil pela culatra?

A pregação pelo voto útil feita por adversários de Jair Bolsonaro, mais notadamente Geraldo Alckmin, pode ter saído pela culatra: a campanha do capitão imediatamente reagiu com uma ofensiva em prol da vitória no primeiro turno (algo estatisticamente difícil, a princípio, mas que colou no eleitorado fidelizado de Bolsonaro), e parece ter conseguido um antídoto eficaz contra a nova tentativa de desidratá-lo.

Com a campanha pelo voto em Bolsonaro já em 7 de outubro, a campanha do PSL pode ter atraído eleitores do próprio Alckmin, que oscilou negativamente. É importante esperar as rodadas das pesquisas tradicionais, feitas presencialmente, para comparar seus dados com os levantamentos telefônicos, mas, por ora, a eficácia da pregação por voto útil não se mostrou. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO