02.04.2018 | 11h56

Da Vera: Temer pigarreia otimismo

Num discurso curto em que deu posse a dois ministros, Michel Temer procurou de um lado, demonstrar que conta com apoio político e, de outro, mandar um recado ao STF e ao Ministério Público Federal: “Nós passaremos, mas as instituições hão de ficar”.

Temer louvou realizações de seu governo –como a “festa fantástica” da entrega das obras do aeroporto de Vitória na última quinta-feira,  enquanto amigos seus iam presos– e destacou a cerimônia “prestigiadíssima” de posse. O tom otimista contrastou com o pigarro insistente, como a denunciar a dissonância entre o dito e os fatos. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO