17.04.2018 | 09h43

Da Vera: sem lei da compensação

Diante da evidência de que as investigações de crimes do colarinho branco se espraiam para todos os partidos e miram figuras de peso da política se coloca a dúvida: estariam procuradores, juízes e ministros do STF aplicando uma lei da compensação que igualaria a todos?

A resposta não pode ser sim. Mas a gradação das penas é o que deve mensurar a gravidade dos crimes, e não um salvo-conduto na base de que se cometeram apenas “erros” ou práticas comumente aceitas no ambiente político. Para isso, justamente, existem juízes. Separar o joio do trigo não pode ser senha para a impunidade seletiva. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO