16.08.2018 | 08h51

Da Vera: PT faz molecagem, não política

Existe uma diferença entre estratégia política e molecagem com as instituições. A cena de senadores, deputados, postulantes a vice e governadores de Estado brandindo com um sorriso irônico nas faces o registro da candidatura de Lula –apresentado com uso de uma certidão sabidamente incorreta– não pode ser classificado de estratégia, mas sim como escárnio com a Justiça, os eleitores e o arcabouço institucional.

Afinal, não precisa de certidão para que se saiba que Lula tem pendências com a Justiça, pelo simples fato de que ele cumpre pena preso há mais de quatro meses. É preciso que a Justiça diga de forma célere quem está apto a disputar a eleição e sob que marcos legais essa disputa se dará. O que está em jogo é a segurança do pleito, e o PT já deixou claro que seu objetivo é solapá-la. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO