24.07.2018 | 09h41

Da Vera: faltou combinar com os vices

Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin adoram trocar farpas, mas suas campanhas incorreram no mesmo erro primário: anunciar “vices dos sonhos” antes de saber se eles aceitariam integrar as chapas. O resultado é o mesmo: desgaste desnecessário.

Bolsonaro pode escolher música no Fantástico, porque cometeu a lambança três vezes: convidou Magno Malta, depois o general Alberto Heleno e por fim Janaína Paschoal. De nenhum dos três ouviu um sim de cara. Alckmin deixou que lhe empurrassem Josué Gomes como vice ideal. Mal se conheciam. Quando se encontraram, não houve liga imediata. O acordo pode até vingar, mas ACM (que entendia de arranjo político como poucos) dizia que não se vai para uma reunião cujo resultado você não conheça. / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO