14.01.2019 | 11h17

Da Vera: Battisti, Maduro e o PT perdido

A insistência na defesa de causas que não encontram mais nenhuma adesão na sociedade brasileira, mesmo a parcela dela que tem formação e que advoga políticas de esquerda, é uma das razões da atual crise do PT.

A semana que passou expôs de forma muito clara dois desses casos. A maioria dos brasileiros, diferentemente da cúpula do PT, entende que a Venezuela vive uma ditadura sangrenta promovida por Nicolás Maduro, e vê Cesare Battisti como um homicida frio, um terrorista, não um militante sonhador e romântico, como a cúpula petista. Insistir na defesa cega de causas estranha ao povo que quer representar explica muito da dificuldade do PT de voltar a falar com o eleitorado, como bem diagnosticou Mano Brown. / Vera Magalhães


VOLTAR PARA O ESTADÃO