30.08.2018 | 08h20

Da Vera: Bater em Bolsonaro sem bater

Os adversários de Jair Bolsonaro têm um desafio pela frente: bater no candidato do PSL, que lidera as pesquisas e tem se mostrado resistente a tentativas de desconstrução, sem atacá-lo pessoalmente. A Coluna do Estadão mostra que uma das vias será o apelo ao voto útil por parte de Geraldo Alckmin. Comercial de sua campanha apela a atributos como experiência e capacidade de diálogo.

Nos dois casos a ideia é “bater” em Bolsonaro sem citá-lo nem agredi-lo. Linha semelhante foi adotada por Henrique Meirelles, que, por estar bem atrás nas pesquisas, não entra diretamente nesta briga (mas tem muito tempo de TV). Não será sempre assim: caso a campanha avance e Alckmin não cresça, o tom deverá subir. / Vera Magalhães


Mais conteúdo sobre:

BolsonaroGeraldo Alckmin
VOLTAR PARA O ESTADÃO