27.03.2018 | 06h16

Da Vera: a missão de Moro na roda

Sergio Moro disse que foi ao Roda Viva, sua primeira entrevista ao vivo desde o início da Lava Jato, para pagar uma promessa ao jornalista Augusto Nunes, que se despedia da condução do programa. Pode ser. Mas seu verdadeiro intento ali era fazer aquilo que disse na primeira resposta que não faria: ser censor do STF, pressionar a corte a não rever sua jurisprudência que autoriza prisão após condenação em segunda instância nem conceder habeas corpus para Lula.

Moro citou nominalmente cinco ministros, ligou a falta de firmeza das instituições a risco para a democracia e, no fim, arrematou com considerações sobre o que os eleitores devem exigir dos políticos: propostas concretas para combater a corrupção. Mais claro impossível. / Vera Magalhães


Mais conteúdo sobre:

sergio morosergio moro no roda viva
VOLTAR PARA O ESTADÃO