10.08.2018 | 21h28

CVM culpa Dilma por Pasadena

A área técnica da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) responsabilizou a ex-presidente Dilma Rousseff e demais ex-conselheiros de administração da Petrobrás por causa da aquisição da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), informa o Estadão.

O relatório do Inquérito Administrativo instaurado em 2014, concluído em junho e ao qual o  Estadão/Broadcast teve acesso, pede que o colegiado da xerife do mercado responsabilize Dilma e os demais conselheiros por “ter faltado com o dever de diligência quando da aprovação da aquisição” da refinaria.


Mais conteúdo sobre:

CVMDilma Rousseff
VOLTAR PARA O ESTADÃO