18.11.2018 | 12h38

CUT: ‘Não reconhecemos Bolsonaro’

Em vídeo que viralizou nas redes sociais, gravado durante ato de apoio a Lula realizado em Curitiba no dia 14, o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, aquele que ameaçou colocar o povo armado nas ruas caso o impeachment de Dilma se efetivasse, mostra todo o seu desprezo pelas instituições do País e diz que não reconhece Bolsonaro como presidente eleito.


“Bolsonaro foi eleito com menos de 30% do povo brasileiro. Mancomunado com Moro, com a mídia, mudaram (sic) o resultado da eleição. Todos sabem que Lula seria eleito em 1º turno e por isso está preso”, afirma Freitas, ao lado da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, com suas palavras repetidas em coro pelos presentes. “Logo, fique muito claro que nós não reconhecemos o senhor Bolsonaro como presidente da República. Vamos às ruas defender os direitos dos trabalhadores e a democracia, vamos libertar Lula, fazer caravanas pelo Brasil inteiro e colocar os fascistas no lugar deles.” / J.F.

Jogral do Lula LivreAgora, em frente à Justiça Federal (PR), falando sobre a fraude eleitoral que foi a eleição de Bolsonaro. Todos sabem que Lula seria eleito no 1° turno, por isso está preso. Às 14h30 vamos, juntos, dizer: Boa tarde presidente Lula!

Publicado por Vagner Freitas em Quarta-feira, 14 de novembro de 2018

 

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO