23.05.2018 | 17h48

Custos de projetos empacam no Senado

A Mesa Diretora do Senado está procrastinando a inclusão na pauta de votação do plenário da resolução que vincula a tramitação de projetos na Comissão de Assuntos Econômicos ao detalhamento do impacto que eles terão sobre os cofres públicos.

Proposta pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), a resolução foi aprovada na CAE, mas enfrenta resistências entre senadores e técnicos da área de orçamento da Casa. Eles alegam que a resolução “constrange” as iniciativas legislativas dos parlamentares. Pelas contas de Ferraço, só os projetos de renúncia fiscal em tramitação no Senado podem ter impacto de R$ 667 bilhões nas finanças públicas até 2020. / J.F.


Mais conteúdo sobre:

senadoRicardo FerraçoPSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO