01.10.2018 | 13h06

Curiosidade na rede por ‘fascismo’

O termo “fascismo” foi um dos mais buscados no Google Brasil no período do meio da tarde até a noite de domingo, 30, segundo monitoramento digital feito pela Torabit. O ápice foi às 17, chegando em segundo lugar no buscador. No final da noite, foi para sétimo.

No dia, partidários de Jair Bolsonaro foram às ruas à tarde em várias capitais do País defender o presidenciável, que, no sábado, foi alvo de protestos de mulheres em várias cidades brasileiras e do exterior. Também no domingo, a rede se mobilizou em função do debate com os candidatos à Presidência, realizado à noite pela Record.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO