31.08.2018 | 10h37

Cresce diferença entre Bolsonaro e Alckmin em SP

A diferença entre os presidenciáveis Jair Bolsonaro, do PSL, e Geraldo Alckmin, do PSDB, aumentou em São Paulo, base eleitoral do tucano. Segundo uma sondagem realizada pela Paraná Pesquisas no Estado e divulgada nesta sexta-feira, 31, a diferença entre Bolsonaro e o ex-governador paulista, os dois primeiros colocados, passou  de 3,3 pontos percentuais em julho para 5,1 pontos agora. De acordo com a pesquisa, Bolsonaro cresceu de 22,3% para 23,1% nas intenções de voto no período e Alckmin caiu de 19% para 17%, no cenário sem a participação de Lula.

Marina, do Rede, subiu de 10,4% para 11% e Haddad, do PT, de 4% para 7,3%. Ciro, do PDT, caiu de 8,1% para 7% e Alvaro Dias, do Podemos, de 4,5% para 3,5%. João Amoêdo, do Novo, que aparecia com 1,4%, agora tem 3,5%, empatado com Dias. A Paraná Pesquisas ouviu 2 mil eleitores, em 85 municípios paulistas, entre 25 e 30 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no TSE sob o n.º BR-08470/2018. / J.F.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO