26.03.2018 | 07h21

PT: devo, não nego, pago quando puder

Chegam a pelo menos R$ 46 milhões as dívidas do PT com credores de campanhas passadas reclamadas na Justiça. É o que mostra levantamento da Folha na Justiça paulista. Na fila para receber estão gráficas, empresas de marketing digital e escritórios de advocacia.

O partido tenta renegociar os valores e alega que mudanças na lei eleitoral que proibiram financiamento empresarial inviabilizaram a quitação de alguns compromissos.


Mais conteúdo sobre:

PTdívidasfinanciamento eleitoral
VOLTAR PARA O ESTADÃO