02.11.2018 | 08h19

CPMF previdenciária

Tema indigesto na período de campanha, a criação de um imposto sobre movimentação financeira está no horizonte da equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro, conforme mostra O Globo. Seus economistas não querem, no entanto, que seja comparado à extinta CPMF.

“Em contrapartida, as empresas deixariam de recolher os 20% sobre a folha de pagamento. Nos cálculos do economista (Marcos Cintra, responsável pela área tributária do time de Paulo Guedes), esse sistema faria frente à arrecadação da contribuição sobre folha”, afirma a publicação.


Mais conteúdo sobre:

Jair BolsonaroCPMF
VOLTAR PARA O ESTADÃO