09.02.2019 | 10h28

CPIs desvirtuadas

Em sua coluna no Estadão neste sábado, João Domingos mostra como as Comissões Parlamentares de Inquérito, que já foram poderosos instrumentos de investigação que levaram, por exemplo, ao impeachment de Fernando Collor e à revelação da extensão do mensalão, estão completamente desvirtuadas. Entre propostas de CPIs chapa-branca e outras que têm cara de se prestar a chantagens, a nova legislatura também não começou bem nesse quesito. “Nas circunstâncias em que está sendo criada, e dado o momento político delicado, essa CPI vai servir apenas para causar tumulto e jogar um Poder contra o outro. À sua sombra, os contrários à votação da pauta econômica e de segurança pública do governo vão fazer a festa. Quanto mais confusão nesse momento, melhor para atrapalhar o governo, a votação da reforma da Previdência e o pacote contra os crimes violentos e o crime organizado e o caixa 2 nas campanhas eleitorais”, escreve ele sobre a CPI “Lava Toga”, proposta no Senado e que tem toda a cara de ser uma tentativa de constranger o Judiciário.


Mais conteúdo sobre:

lava-togaCPICongressoJudiciário
VOLTAR PARA O ESTADÃO