08.01.2019 | 16h19

Covas se aproxima de aliado de França

O atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas, fez nesta terça-feira o que pode ser considerado um movimento de reaproximação com tucanos (ou ex-tucanos) que ficaram ao lado de Márcio França contra João Doria na eleição estadual. Covas demitiu o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, que estava no cargo desde o início da gestão, e colocou no cargo o ex-secretário estadual da Educação, João Cury Neto.

Cury Neto era do PSDB até ser nomeado secretário por França. Na “caça às bruxas” promovida pelo PSDB na eleição atrás de tucanos que ficaram ao lado do ex-governador, Cury acabou expulso do partido. Com a eleição de 2020 se aproximando do horizonte e com Márcio França especulando lançar-se candidato à Prefeitura, Covas traz para perto de si um aliado de um aliado de um possível rival seu na briga pelo cargo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO