09.11.2018 | 07h53

Cortar auxílio não basta

O corte total do auxílio-moradia para juízes de todo o País não seria suficiente para cobrir o rombo nas contas públicas provocado pelo efeito-cascata do reajuste dos salários dos ministros do Supremo, mostram estudos da consultoria do Senado publicados pelo jornal O Globo.

O auxílio, que em média é de R$ 4.300 mensais, custa cerca de R$ 333 milhões anuais aos cofres da União, enquanto o aumento para juízes federais custará R$ 717 milhões.


VOLTAR PARA O ESTADÃO