25.08.2018 | 10h43

Corporativismo ignorado na campanha

Em artigo publicado no Estadão neste sábado, 25, o historiador José Antonio Segatto, professor titular da Unesp, diz que, apesar de ser um dos principais problemas do País, o corporativismo está praticamente ausente da campanha eleitoral.

“Sem sombra de dúvida, a perpetuação dessa cultura política é uma questão primordial a ser solucionada pelas forças que objetivam a democratização e a publicização do Estado e sua relação equânime com a sociedade civil e política”, afirma. “Infelizmente, entretanto, os candidatos à direção e gestão do País têm colocado o problema de forma lateral ou mitigada e alguns nem ao menos o aventam.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO