24.10.2018 | 18h09

Coronel investigado pelo MP Militar

O general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, pediu ao Ministério Público Militar, segundo o Estadão, que investigue um vídeo no qual o coronel da reserva Carlos Alves, que se autoproclama como “liderança intervencionista”, dispara uma série de ofensas a integrantes do STF, em especial à ministra Rosa Weber, também presidente do TSE.

“O referido militar afronta diversas autoridades e deve assumir as responsabilidades por suas declarações, as quais não representam o pensamento do Exército Brasileiro”, diz a nota oficial divulgada pelo Exército Brasileiro. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO