29.03.2019 | 08h42

Convivendo com o caos

“Integrantes da cozinha do palácio (incluindo a ala militar) e parlamentares que fazem a ponte com o Legislativo foram transparentes. Avisaram aos líderes partidários que há disposição em acalmar os ânimos, mas admitiram que será impossível conter a natureza do presidente”, escreveu Bruno Boghossian na Folha.

O colunista aponta que aliados reconhecem que a paz entre Bolsonaro e o Congresso não deve durar muito, apenas até a próxima declaração agressiva do presidente contra o Legislativo. A impressão disseminada pelos articuladores do Planalto é que Bolsonaro, em busca constante de apoio nas ruas, está disposto a conviver com o caos.


VOLTAR PARA O ESTADÃO