09.09.2018 | 07h21

Contagem regressiva do BR18: faltam 28 dias

A 28 dias das eleições, o impacto do atentado contra Jair Bolsonaro no eleitorado ainda é nebuloso. Poupado de críticas por quase todos os candidatos nestes primeiros dias após o ataque de que foi alvo, Bolsonaro, mesmo do hospital, e seus apoiadores continuaram em campanha. Neste domingo, uma manifestação em apoio ao presidenciável do PSL acontecerá em Copacabana, no Rio de Janeiro, e servirá, em certa medida, para sinalizar o envolvimento de sua aguerrida militância depois do incidente.

Há muitas dúvidas, também, sobre o agressor, se teria agido ou não sozinho e, eventualmente, quem o teria ajudado. A Polícia Federal apreendeu quatro celulares e um notebook no quarto de pensão em que estava hospedado em Juiz de Fora (MG) e seus advogados não revelam quem está pagando por sua defesa. Com tudo isso, a questão da violência e da intolerância na política foi alçada ao centro do debate e deverá se manter em evidência. Até Bolsonaro, cuja tropa de choque costuma agir com truculência nas redes sociais, pediu para o pessoal “baixar o tom” na disputa, uma das mais concorridas desde a redemocratização do País. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO