11.06.2019 | 21h06

Congresso derruba quatro vetos presidenciais

Antes de iniciar a votação da PLN 4, o Congresso Nacional confirmou a derrubada de quatro vetos presidenciais, um de Michel Temer e três de Jair Bolsonaro. A decisão deve trazer novos gastos públicos. Por exemplo, o veto ao dispositivo do programa Rota 2030, que estende a isenção de IPI e IOF na aquisição de veículos elétricos e híbridos quando comprados por taxistas e pessoas com deficiência. Segundo o Broadcast Político, o veto pode trazer um impacto de até R$ 10 bilhões.

Já o veto de Bolsonaro ao item que desobrigava as siglas de devolver aos cofres públicos as doações que receberam de servidores comissionados filiados às próprias siglas deverá chegar ao custo de R$ 70 bilhões que seriam recebidos pelo governo. Foram derrubados também o veto ao projeto que dispensa a pessoa com HIV de reavaliação pericial para aposentada por invalidez e  o veto ao dispositivo que possibilita que as fundações de apoio de universidades e demais centros de ensino e pesquisa sejam equiparados às organizações gestoras de fundo patrimonial.


VOLTAR PARA O ESTADÃO