05.01.2019 | 11h54

Congresso de orelha em pé

O vaivém em torno do possível aumento da alíquota do IOF em aplicações no exterior levou setores do Congresso a desconfiarem de que o governo lançou um balão de ensaio para testar a reação do mercado, informa a Coluna do Estadão. O senador Armando Monteiro (PTB-PE), que levanta a hipótese, lembra que estava claro no projeto que prorrogou os benefícios da Sudam e da Sudene de onde viria a dotação orçamentária –diferentemente do que disse Jair Bolsonaro.

A coluna ainda informa que havia no PSL parlamentares que defendiam o veto aos incentivos –que Bolsonaro, depois da confusão, acabou por sancionar.


VOLTAR PARA O ESTADÃO