15.07.2018 | 09h35

‘Congressistas incendiários’

Eliane Cantanhêde, no Estadão deste domingo, coloca frente a frente o Legislativo e o Judiciário. Para a colunista, enquanto os membros da Justiça parece coordenados na tentativa de “apagar o fogo” que uma soltura de Lula decidida monocraticamente por um plantonista causaria ao País, os congressistas vão na direção oposta: ” O Congresso perdeu todos os pruridos e aproveitou a última semana antes do recesso para por fogo no circo”, se referindo ao aumento dos gastos públicos aprovados pelos deputados e senadores.

“A diferença entre o que houve no Judiciário e no Legislativo na semana passada é que, em um, um único desembargador ameaçou toda a credibilidade da Justiça e foi rechaçado energicamente pelos demais. No outro (o Legislativo), quem ateou fogo foi a maioria, com a minoria responsável esperneando inutilmente”, escreveu Cantanhêde.


VOLTAR PARA O ESTADÃO