15.08.2018 | 17h17

‘Condenar sem prova não é possível’

O advogado de Geraldo Alckmin, José Eduardo Rangel de Alckmin (primo do ex-governador) utilizou uma frase comum dos petistas para defender o tucano. No último dia antes do início da campanha, o candidato do PSDB esteve na sede do MP-SP dando explicações no inquérito suposto repasse de R$ 10,3 milhões para suas campanhas de 2010 e 2014.

“Eu entendo que a delação, que está na lei, é um recurso válido, mas como já tem jurisprudência sobre isso, não basta a delação. Ela é um caminho para se chegar à prova. Condenar sem prova não é possível”, disse o advogado ao Blog do Fausto na saída do prédio do Ministério Público, no centro de São Paulo.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Geraldo AlckminPSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO