04.09.2018 | 14h52

Companhias evitam doações eleitorais

Grandes financiadoras na eleição passada, incluindo empresas que são alvo da Lava Jato, estão adotando uma posição mais cautelosa nesta eleição. Algumas afirmam proibir ou desaconselhar seus executivos a fazer doações a candidatos e partidos, segundo a Folha. As 20 empresas responsáveis pelas maiores doações individuais em 2014 injetaram, ao todo, R$ 1,1 bilhão em candidatos.


Notícias relacionadas

Mais conteúdo sobre:

doação campanha eleitoral
VOLTAR PARA O ESTADÃO